Weby shortcut

A PRPI

Updated at 12/03/15 10:32 .

A UFG entende que a pesquisa e a inovação permitem alcançar: a redução de desigualdades regionais e sociais; a transformação da vivência das sociedades contemporâneas, analisando dilemas éticos e culturais de nosso e de outros tempos; a exploração sustentável das riquezas do território nacional e o fortalecimento da indústria, agregando valor à produção e à exportação por meio da inovação; e, por fim, o protagonismo nacional e internacional em ciência e tecnologia.

Para responder de forma crítica e antecipada às demandas sociais, a política institucional de pesquisa e inovação da UFG executa ações que objetivam:

  •   Ampliar a produção científica qualificada, garantindo a estreita relação com a pós-graduação por meio de ações integradas e valorizando a produção científica e tecnológica qualificada dos docentes da UFG.
  •   Estimular o aumento da demanda bruta e qualificada em editais de fomento, visando à ampliação dos recursos financeiros para pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação.
  •   Divulgar e incentivar a participação no Programa de Iniciação Científica e Tecnológica, visando aumentar a demanda de docentes e discentes em resposta aos editais internos e externos e, consequentemente o número de bolsas da UFG.
  •   Ampliar parcerias internacionais e consolidar as já existentes, visando à expansão das atividades de cooperação e a maior inserção no cenário científico e tecnológico mundial.
  •   Promover a participação dos grupos de pesquisadores em editais institucionais voltados ao atendimento da infraestrutura necessária para pesquisa na UFG, visando manter e ampliar laboratórios multiusuários.
  •   Dar maior visibilidade e divulgação das atividades de pesquisa e inovação, induzindo a apropriação pela sociedade do conhecimento científico e tecnológico produzido na UFG.
  •   Consolidar as boas práticas de pesquisa, garantindo, assim, a conduta responsável e ética esperada dos envolvidos com a produção do conhecimento na UFG.
  •   Difundir a cultura da inovação e do empreendedorismo, visando a ampliação das ações da comunidade acadêmica em prol do desenvolvimento, transferência e adoção de novas tecnologias pela sociedade.
  •   Auxiliar pesquisadores e inventores a protegerem e transferirem tecnologias.
  •   Estruturar os Parques Tecnológicos da UFG, visando a criação de um ambiente favorável para a disseminação da inovação e do empreendedorismo, bem como a interação entre os setores públicos, universidades e empresas com vistas ao desenvolvimento sustentável da região.
  •   Consolidar a área de inovação, empreendedorismo e transferência de tecnologia na UFG, visando a aproximação da UFG com a sociedade e a ampliação de sua colaboração para a geração de emprego, renda, inclusão social, sustentabilidade e qualidade de vida.

 

São atribuições da Coordenação Geral de Pesquisa:

  •   Gestão do Programa de Iniciação Científica (PIBIC, PIVIC, PIBIC-AF e PIBIC-EM/EF) e do Comitê Interno de IC e IT.
  •   Manutenção e aprimoramento do Sistema UFG de Ética em Pesquisa:

-  Comitê de Ética em Pesquisa (Regional Goiânia) – Coordenação,

-  Comissão de Ética no Uso de Animais (Regional Goiânia) – Coordenação,

-  Comitê de Ética em Pesquisa (HC Goiânia) – Acompanhamento,

-  Comitê de Ética em Pesquisa (Regional Catalão) - Implantação e acompanhamento,

-  Comitê de Ética em Pesquisa (Regional Jataí) - Implantação e acompanhamento,

-  Comissão de Ética no Uso de Animais (Regional Jataí) - Implantação e acompanhamento,

-  Comitê para Condutas Éticas em Atividades de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG.

  •   Acompanhamento e supervisão da execução dos projetos institucionais de infraestrutura e desenvolvimento de pesquisa, especialmente os CT Infra.
  •   Cadastro e acompanhamento de:

-  Projetos de Pesquisa,

-  Grupos de Pesquisa na base CNPq,

-  Núcleos de Ensino, Pesquisa e Extensão,

-  Redes de Pesquisa,

-  Laboratórios de Pesquisa,

-  Acompanhamento e estímulo a atualização do Currículo na base Lattes,

-  Gestão dos sistemas web: SICT e SAP.

  •   Desenvolvimento e apoio ao Sistema UFG de Museus e Coleções.

 

São atribuições da Coordenação de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT):

A Resolução CONSUNI 31/2014 designou à CTIT o papel de desenvolver o a função de NIT (Núcleo de Inovação Tecnológica) na UFG, vinculando a ela as seguintes atribuições e atividades:

  •   Escritório de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia: avaliação e registro de patentes, marcas, softwares e cultivares; coordenação do Comitê Interno de Propriedade Intelectual (CIPI); captação e acompanhamento dos contratos de transferência de tecnologia e pesquisa colaborativa com empresas; atividades de formação para a inovação; cadastro e acompanhamento de atividades de inovação e transferência de tecnologia.
  •   Centro de Empreendedorismo e Incubação: atividades de apoio a criação de novas empresas, de educação empreendedora e de promoção da cultura do empreendedorismo; coordenação da Olimpíada de Empreendedorismo; supervisão das incubadoras da Regional Catalão e Jataí; gestão do Programa de Incubadoras de Empresa PROINE da Regional Goiânia.
  •   Parque Tecnológico Samambaia: implementação do Parque Tecnológico Samambaia.
  •   Programa Empresa Júnior.
  •   Centro Regional para Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (CRTI): acompanhar e apoiar as ações do CRTI.
  •   Parque Científico & Tecnológico JataíTEC: acompanhar e apoiar as ações do JataíTEC.

Além das atividades designadas pelo Resolução 31/2014, a CTIT é responsável pela Gestão do Programa de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico (PIBITI e PIVITI) e do Comitê Interno de Desenvolvimento Tecnológico.

List all Back